Amazonino eleva o tom e diz que votar nos adversários é seguir por “maus caminhos”

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Se, citar nomes, o candidato a prefeito de Manaus pela coligação Juntos Podemos Mais, Amazonino Mendes (Podemos), tem procurado, no horário eleitoral da TV e do rádio, relacionar os adversários aos escândalos de corrupção envolvendo a saúde pública. “O voto, quando bem pensado, é uma vacina contra a doença da corrupção. Desconfie de promessas milagrosas, daqueles que têm solução para tudo, dos salvadores da pátria. O seu voto pode definir se Manaus seguirá pelo bom caminho ou pelos maus caminhos”, diz ele.

O candidato está pedindo nas peças exibidas no horário eleitoral ao eleitor que analise cada proposta dos postulantes a prefeito de Manaus e das fantasias prometidas. Tem relembrado também as grandes obras fincadas em todo o Amazonas, de sua autoria, e cita suas contas, todas aprovadas pela Justiça. Entre as realizações, destaca a entrega de 1.018 novos ônibus, de complexos viários, hospitais, maternidades, avenidas, universidade, bumbódromo e reforma do Teatro Amazonas.

Vila Olímpica

Amazonino Mendes informou que, se for eleito, irá solicitar ao Governo do Estado, por meio de convênio, que a administração da Vila Olímpica de Manaus passe a ser feita pela prefeitura. Ele gravou um programa eleitoral em frente à Vila Olímpica, localizada no bairro Dom Pedro, zona oeste, e declarou que a capital vai respirar esporte em sua gestão.
“Esta Vila Olímpica é do estado e sou candidato a prefeito. Mas eu vou me esforçar para fazer convênio. Já que o estado não quer, a prefeitura vai querer. Vamos fazer isso aqui fervilhar com o vigor do esporte, das várias modalidades, pois temos vocação e Manaus tem um celeiro de jovens talentos”, afirmou Amazonino.
Amazonino Mendes lamentou o estado de abandono do equipamento esportivo e relembrou o tempo áureo do espaço público que chegou a receber delegações esportivas de vários países em preparação para as Olímpiadas, de 1996.
“Esta vila teve seus dias de glórias. Aqui, vieram várias delegações do mundo, inclusive, da Europa, treinar para poder se habilitar tecnicamente nas olimpíadas de Atlanta. Vamos fazer a parceria com o governo, vamos respeitar o patrimônio que é nosso, do jovem. É lamentável ver esse patrimônio da juventude, do esporte, abandonado. O que é isso? Falta de cultura, de respeito à juventude, é apostar na ignorância, é achar que isso passa ao largo. Não é assim”.
A construção da Vila Olímpica ocorreu em 1990, conforme Amazonino, e se tornou referência em equipamento desportivo no país. “A vila olímpica nasceu no primeiro governo, sendo a primeira vila olímpica da América do Sul. Isso fez com que, em Sevilla, na Espanha, o estado do Amazonas, na minha modesta pessoa, recebesse uma comenda internacional, do COI (Comitê Olímpico Internacional)”, destacou Amazonino.
Apoio
Durante a gravação na Vila Olímpica, os pedestres e motoristas demonstraram o apoio à candidatura de Amazonino. “Só faz a gente entender que cada vez mais que a gente tem de cumprir com o nosso dever. O ‘Pai tá on’”, frisou Amazonino Mendes, que lidera todas as pesquisas de intenção de votos no primeiro e segundo turnos.

Propostas

Amazonino disse que vai recriar a Secretaria Municipal de Esportes, Juventude e Lazer e ampliar o programa Bolsa Atleta, que chegou a conceder mais de 30 bolsas, no valor de até R$ 5 mil mensais, aos atletas praticantes de esportes de alto rendimento, em modalidades olímpicas e paraolímpicas.

Realizações

Além da construção da Vila Olímpica, Amazonino construiu também o Centro Recreativo de Esporte e Lazer do bairro Nova Cidade; reformou três quadras da Vila Olímpica e do Ginásio Poliesportivo Renné Monteiro e recuperou a Mini Vila Olímpica do Coroado e mais 17 complexos esportivos, entre outras iniciativa na cidade.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta