Amazonas ultrapassa os 300 mil casos de Covid-19 desde o início da pandemia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), por meio do Boletim Diário de Covid-19, edição de nº 321, traz o diagnóstico de 2.141 novos casos de Covid-19, totalizando 301.636 casos da doença no estado.

Segundo o boletim, foram confirmados 105 óbitos por Covid-19, sendo 43 ocorridos no dia 17/02 e 62 óbitos foram encerrados por critérios clínicos, de imagem, clínico-epidemiológico ou laboratorial, elevando para 10.286 o total de mortes.

Na capital, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus, nesta quarta-feira (17/02), foram registrados 49 sepultamentos por Covid-19. O boletim acrescenta, ainda, que 34.594 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas pelas secretarias municipais de saúde, o que corresponde a 11,47% dos casos confirmados ativos.

Rede de Assistência

Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 1.451 pacientes internados, sendo 856 em leitos (208 na rede privada e 648 na rede pública), 548 em UTI (221 na rede privada e 327 na rede pública) e 47 em sala vermelha, estrutura voltada à assistência temporária para estabilização de pacientes críticos/graves para posterior encaminhamento a outros pontos da rede de atenção à saúde.

Há ainda outros 364 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 263 estão em leitos clínicos (34 na rede privada e 229 na rede pública), 72 estão em UTI (36 na rede privada e 36 na rede pública) e 29 em sala vermelha.

Banco de dados

O boletim diário é construído com as informações disponibilizadas diariamente pelas prefeituras municipais, todos os dias da semana, incluindo fins de semana e feriados.

A consolidação dos casos notificados no Amazonas é realizada pela FVS-AM, a partir de informações obtidas em três sistemas: e-SUS Notifica, Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe) e o Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL), até às 10h de cada dia. Em Manaus, foram notificados 378.711 casos, enquanto no interior do estado, o número chega a 356.452.

Ao todo, três municípios não atualizaram o sistema de informação para consolidação dos dados do boletim: Apuí, Codajás e Guajará.

Municípios

Dos 301.636 casos confirmados no Amazonas até esta quinta-feira (18/02), 139.385 são de Manaus (46,21%) e 162.251 do interior do estado (53,79%).

Além da capital, os 61 municípios têm casos confirmados: Coari (8.934); Parintins (8.187); Manacapuru (6.915); São Gabriel da Cachoeira (6.807); Iranduba (6.702); Tefé (6.637); Humaitá (6.198); Itacoatiara (5.275); Presidente Figueiredo (5.187); Carauari (5.174); Lábrea (4.849); Careiro (3.930); Barcelos (3.830); Rio Preto da Eva (3.814); Ipixuna (3.521); Eirunepé (3.309); Maués (3.201); São Paulo de Olivença (3.047); Tabatinga (2.925); Santa Isabel do Rio Negro (2.632); Itapiranga (2.586); Manicoré (2.386); Autazes (2.370); Atalaia do Norte (2.331); Pauini (2.269); Benjamin Constant (2.267); Boca do Acre (2.239); Alvarães (2.193); Nova Olinda do Norte (2.162); Urucurituba (2.083); Barreirinha (1.888); Beruri (1.858); Maraã (1.773); Novo Airão (1.737); Anori (1.709); Tapauá (1.639); Urucará (1.554); Amaturá (1.532); Uarini (1.517); Anamã (1.471); Santo Antônio do Içá (1.445); Manaquiri (1.437); Nhamundá (1.423); Envira (1.325); Borba (1.324); Fonte Boa (1.279); Novo Aripuanã (1.247); São Sebastião do Uatumã (1.220); Guajará (1.152); Silves (1.133); Jutaí (1.014); Tonantins (981); Canutama (951); Apuí (835); Juruá (804); Boa Vista do Ramos (778); Japurá (747); Careiro da Várzea (738); Itamarati (667); Codajás (588) e Caapiranga (525).

Óbitos

Entre pacientes em Manaus, há o registro de 7.280 óbitos confirmados em decorrência do novo coronavírus. No interior, são 61 municípios com óbitos confirmados até o momento, totalizando 3.006.

A lista inclui Manacapuru (267); Parintins (251); Itacoatiara (228); Coari (166); Tefé (145); Iranduba (117); Tabatinga (106); Humaitá (106); São Gabriel da Cachoeira (91); Maués (73); Presidente Figueiredo (82); Autazes (71); Lábrea (56); Benjamin Constant (61); Nova Olinda do Norte (51); Manicoré (52); Careiro (72); Barcelos (48); Rio Preto da Eva (56); Borba (42); São Paulo de Olivença (44); Barreirinha (44); Urucará (41); Santo Antônio do Içá (33); Alvarães (31); Santa Isabel do Rio Negro (39); Manaquiri (35); Carauari (33); Fonte Boa (28); Tonantins (29); Anori (29); Novo Airão (26); Beruri (28); Nhamundá (27); Jutaí (27); Boca do Acre (19); Itapiranga (22); Novo Aripuanã (21); Guajará (19); Urucurituba (22); Tapauá (19); Uarini (17); Eirunepé (19); Ipixuna (14); Pauini (16); Caapiranga (18); Apuí (17); Codajás (15); Silves (21); Amaturá (14); Boa Vista do Ramos (11); Maraã (12); São Sebastião do Uatumã (17); Juruá (12); Canutama (8); Itamarati (8); Careiro da Várzea (10); Atalaia do Norte (7); Japurá (7); Anamã (4) e Envira (2).

Avaliação de Risco da Covid-19

Atualmente, as fases da situação epidemiológica de Covid-19 no estado estão representadas nas cores do cabeçalho do Boletim Diário de Casos de Covid-19 no Amazonas.

Para cada nível de risco há uma fase de ativação do plano de contingência, a qual estabelece medidas restritivas de atividades comerciais e sociais, de acordo com o Plano de Contingência Estadual.

A capital, Manaus, alcançou a fase vermelha de classificação. Contudo, os 61 municípios do interior encontram-se na fase roxa, que corresponde à classificação máxima de risco para transmissão de Covid-19.

Referência

A FVS-AM é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas e atua no monitoramento de doenças no estado. A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta