Ainda com esperança de assumir o Governo, Henrique Oliveira vai pedir ao TSE o mesmo que Michel Temer: o desmembramento da ação

O vice-governador cassado Henrique Oliveira vai tentar uma manobra para assumir o Governo do Estado e reaver seus direitos políticos. Seus advogados entrarão com embargo no Tribunal Superior Eleitoral pedindo que ele seja julgado separadamente do governador cassado José Melo, alegando que o vice desconhecia os fatos arrolados na denúncia que levou à cassação da chapa.

A iniciativa é exatamente igual àquela que está sendo conduzida pelos advogados do presidente Michel Temer, que quer ser julgado separadamente de Dilma Roussef. O TSE deve decidir nos próximos dias se acata ou não o pedido. Se acatar, cria a jurisprudência de que Henrique precisa para tentar assumir o Governo.

Temendo que o TSE casse a chapa que disputou a Presidência em 2014 e o apeia do poder, Temer tenta argumentar que não sabia dos pagamentos irregulares da campanha. Henrique alegará o mesmo.

Na reunião que teve com os secretários ontem, o governador José Melo disse que concorda com a ação de Henrique e apoia a iniciativa.

Qual Sua Opinião? Comente:

Este post tem um comentário

  1. Anônimo

    Dilma e sua chapa não foram cassadas, aqui a chapa foi cassada

Deixe uma resposta