Agora unida, bancada do Estado no Senado passa a votar a articular em conjunto e beneficia Manaus

Desde que os senadores Eduardo Braga (PMDB) e Omar Aziz (PSD) se reaproximaram, a atuação da bancada amazonense no Senado deu um salto de qualidade. Os dois, junto com a senadora Vanessa Grazziotin (PC do B), voltaram a debater assuntos de interesse do Estado e até articulam juntos as votações. Foi o que aconteceu esta semana, quando a Comiissão de Assuntos Econômicos aprovou a concessão de um empréstimo do Banco Interamericano de Desenvolvimento para a Prefeitura de Manaus, no valor de US$ 54 milhões (cerca de R$ 165 milhões), para financiar parcialmente o projeto de expansão e melhoria educacional da rede pública municipal, com a abertura de creches e escolas públicas. 

Os três senadores articularam juntos também a aprovação do projeto de resolução que institui as taxas da Suframa, que deve injetar R$ 200 milhões por ano na economia da Amazônia Ocidental.

No que diz respeito ao empréstimo para a Prefeitura, vale ressaltar que apenas Braga tem relação política hoje com o prefeito Arthur Neto (PSDB). Omar e Vanessa fazem oposição ao tucano. Isso, entretanto, não os impediu de atuar para aprovar o projeto.

Já no caso da Suframa, o fato de Vanessa fazer oposição ao Governo Federal não atrapalhou nas articulações.

Só para se ter uma ideia do quanto a população é beneficiada com essa ação conjunta dos senadores, o financiamento aprovado ontem possibilitará a abertura de 6,5 mil novas vagas para a pré-escola e 1,2 mil vagas em creches, com a construção de 7 creches, 13 centros municipais de educação infantil e 13 escolas de ensino fundamental.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta