Absurdo: Procon-AM identifica variação de até 256% no preço da cesta natalina em estabelecimentos de Manaus

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Um levantamento do Instituto Estadual de Defesa do Consumidor (Procon-AM) constatou variação de até 256,65% nos produtos da ceia de Natal. A pesquisa foi realizada em 11 supermercados de Manaus, entre os dias 1º e 11 de dezembro.

A equipe do Procon-AM levou em consideração 93 produtos, divididos em dez categorias (azeites, batata-palha, bombons, carnes congeladas, conservas, farofas, frutas em calda, leite condensado/creme de leite, panetones/chocotones e vinhos/espumantes).

O produto com maior variação foi o pernil desossado temperado (congelado) da marca Sadia, com preços de R$ 19,90 a R$ 69,90. Outro item com grande diferença foi o chocolate Alpino, com menor preço a R$ 5,25, e maior a R$ 17,99, o que sinaliza variação de 242,67%.

A pesquisa apontou, ainda, que dez itens não tiveram mudança de preço.

O diretor-presidente do Procon-AM, Jalil Fraxe, lembra que o órgão não tem competência legal para determinar valores de produtos. Com isso, a pesquisa de preços tem caráter informativo.

“A variação de preço foi algo que chamou atenção. Determinados produtos chegam a ultrapassar 150%, 200%. Fizemos a pesquisa e vamos compartilhar em nossas redes sociais e site para que a população possa buscar sua cesta natalina com um preço que caiba no orçamento”, afirma o titular do órgão.

Clique aqui e veja a pesquisa

FOTO: João Pedro Sales

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta