“A Assembleia Legislativa voltou a ser protagonista, sem interferência do Executivo”, diz Cidade

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALEAM), Roberto Cidade (PV), deu ontem um grito de independência, com um discurso duro, coincidentemente feito no mesmo dia em que o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP/AL) fez o mesmo, em relação ao Governo Federal. “Há muitos anos esta Casa não conseguia eleger um deputado para a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas. A última indicação foi do pai do Josué Neto, o Josué Filho, que também foi presidente desta Casa. Em relação à escolha da Mesa Diretora, sempre houve a interferência do Executivo. Isso mostra o poder desta 19ª Legislatura”, afirmou.

Cidade garante que, nas três últimas votações importantes da Casa, os deputados votaram sem a interferência do Executivo: na própria escolha dele para presidir a ALEAM; a escolha de Neto para o TCE-AM e a eleição de Carlinhos Bessa, seu correligionário, para a vice-presidência do Legislativa, substituindo o novo conselheiro.

A escolha de Josué Filho, a que ele se referiu, ocorreu em 2008 e foi bem diferente do que aconteceu com Josué Neto. Naquela época, o governador era Eduardo Braga (MDB) e ele concordou com a indicação, chegando inclusive a ajudar na articulação com os deputados. Desta vez, o governador Wilson Lima (PSC) não participou da escolha e chegou a se opor a ela nos bastidores. Ele pretendia indicar outros nomes.

“Nada na nossa vida é por acaso. Eu nunca imaginei no meu primeiro mandato estar assumindo a presidência desta Casa”, destacou. “Mas já que Deus permitiu, vamos valorizar a independência deste poder”, concluiu.

Placa de homenagem

Após eleição de Carlinhos Bessa,, o deputado Roberto Cidade entregou a Josué Neto uma placa de agradecimento pelos serviços prestados à população amazonense e à Casa Legislativa Estadual.

 

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta