Wilson pede à ALEAM que acelere votação de Fundo para apoiar combate à Covid-19

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O governador Wilson Lima (PSC) solicitou aos deputados estaduais prioridade na aprovação no orçamento do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviço e Interiorização do Desenvolvimento do Estado do Amazonas (FTI). pelos próximos dois anos, tendo em vista a importância dos recursos para as ações de combate à Covid-19 no interior.

“No início do meu mandato em 2019, e também dos deputados da atual legislatura, houve a aprovação dos repasses de parte dos recursos do FTI. E isso foi fundamental para que o interior estivesse preparado para esse momento tão difícil, porque os prefeitos puderam estruturar melhor suas unidades, comprar equipamentos, reformar estruturas, para fazer aquele atendimento primário. E aqui eu já faço um apelo aos deputados para que possamos, mais uma vez, aprovar no orçamento parte dos recursos do FTI para repassar para os próximos dois anos, para os prefeitos do interior”.

“O que nós estamos enfrentando é algo inimaginável para qualquer cidadão, é por isso que a gente precisa da ajuda de todos, é preciso que tenhamos esse andamento que estamos tendo com o Governo Federal e com a Prefeitura de Manaus. O Governo Federal não tem medido esforços para nos ajudar, com o apoio dessa logística do gás, do oxigênio. Recebemos a informação de que o Ministério da Saúde está apoiando na contratação dos profissionais que irão reforçar a nossa rede, são mais de 1.400 profissionais, e os recursos já estão garantidos. Temos aqui em Manaus equipes do Ministério da Saúde e também profissionais do Hospital Sírio-Libanês, da Organização Pan-Americana de Saúde. São pessoas que estão nos emprestando tecnologia, experiências e vivências médicas que são importantes para montarmos a nossa estratégia”, afirmou o governador.

Durante o evento no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, o Governo do Amazonas também realizou a entrega de 261 insumos e equipamentos que serão enviados para unidades de saúde dos municípios do interior do estado, como desfibriladores, incubadoras, carros-maca, entre outros. Os recursos para aquisição do material são do Governo Federal, Governo do Estado e de emendas parlamentares.

Com o apoio da Força Aérea Brasileira, dos 3.500 cilindros de oxigênio, um total de 200, correspondendo a 24,5 toneladas do produto, já desembarcaram em Manaus.

Além do oxigênio, o governo estadual requisitou o Hospital Nilton Lins para abrir 103 leitos exclusivos para pacientes com Covid-19, sendo 81 leitos clínicos e 22 de UTI. A unidade serviu, de abril a julho de 2020, como base para o hospital de Combate à Covid do Estado, com 1,8 mil atendimentos, incluindo o tratamento de indígenas.

A SES-AM, juntamente com o Centro de Serviços Compartilhados (CSC-AM), lançou, no sábado (09/01), o chamamento público para contratar empresas interessadas em prestar serviços para o Estado, no Hospital Nilton Lins.

Um recrutamento de profissionais de saúde também está sendo realizado pela SES-AM, desde a última quarta-feira (06/01), para o reforço da rede assistencial de saúde pública do Amazonas.

Já foram dobrados os contratos de mais de 1,1 mil servidores que já atuam na rede estadual de saúde, acrescentando mais 10 plantões mensais, para cada funcionário. Além disso, via banco de dados do Ministério da Saúde, 193 contratações temporárias já foram realizadas para fisioterapeutas, enfermeiros, técnicos de enfermagem e farmacêuticos.

 

 

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta