“Ele está embolado em segundo lugar”, diz Bolsonaro sobre Menezes, ignorando pesquisas

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Em dia de muita polêmica e frases contestadas, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), recebeu em uma live no Palácio do Alvorada, em Brasília, o candidato à Prefeitura de Manaus pelo Patriota, Coronel Menezes, a quem declarou apoio, dizendo que ele está “embolado no segundo lugar”, fato não confirmado por nenhuma pesquisa até aqui. O chefe da Nação ainda descartou uma vinda à cidade ou a qualquer outra neste primeiro turno.

Durante a live, com transmissão nacional desde às 18h (horário local) desta terça-feira, 10/11, Bolsonaro conversou com Menezes sobre economia, turismo, saúde, a importância da Zona Franca de Manaus para o Brasil, isolamento social, assim como o desejo do presidente vir ao Amazonas, conhecer o município de Barcelos, possivelmente no mês de janeiro de 2021.

“Peço aos amigos de Manaus, lugar onde fui bem votado no segundo turno, tenho muito interesse aí na região, pensando no Brasil, peço que vote no meu amigo coronel Menezes 51. Manaus está no coração da Amazônia, a Zona Franca é nossa, caso contrário teríamos um grande deserto verde”, comentou o presidente.

Menezes teve chance de fazer algumas colocações, mas nenhum dos dois tocou no entrevero que levou à demissão do candidato da Suframa.

Bolsonaro, que mais cedo em uma cerimônia disse que o Brasil tem que deixar de ser “um país de maricas”, retornou ao assunto durante a live. Ele criticou o “lockdown”, uma vez que sempre defendeu o isolamento vertical e não horizontal. “Não poderíamos ter feito do jeito que foi. Temos o vírus e o desemprego e, apanhei muito. Contribuímos com o auxílio de 600 reais por 5 meses e ajudou muitas pessoas, e hoje eles percebem que eu não estava errado”, disse.

“Eu gostaria de participar de uma carreata em Manaus, mas não tenho como deixar aqui. Discretamente estou dando apoio a um candidato ou outro. Em algumas capitais e cidades, tomei partido e peço a compreensão de vocês”, completou o presidente.

Bolsonaro alertou ainda aos eleitores a observarem o partido dos candidatos, com quem estão alinhados. “Vejam os partidos onde as pessoas estão. Há partidos que pregam o socialismo mas não deu certo em lugar nenhum”, criticou.

Ao término da live de quase 50 minutos de duração, o candidato presentou o presidente com uma camisa com desenho do número 51 e a frase dita por ele “Uma boa ideia para Manaus”.

 

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta