Um raio cai no mesmo lugar duas vezes?

Por Marcel Alexandre*

Pela sabedoria popular, isto não acontece: um raio não cai no mesmo lugar duas vezes. Mas, parece que no Amazonas isso tem a chance de acontecer, que é o momento de vivermos nossa escolha política.

O Amazonas havia optado por alguém para ser gestor sem experiência de gestão. Alguém que parecia ser um homem simples, vindo do interior do Estado, natural da terra, que teria uma compreensão melhor para o estado…

Mas, o que nós vimos e vivenciamos? Vimos que uma tragédia política e de gestão aconteceu. Tragédia política, porque foi comprovado que a eleição foi ilegítima por processos inaceitáveis, que queremos não comentar, mas que foram amplamente divulgados na imprensa e na mídia, culminando com a cassação de mandato do governador (levando-o a ser o primeiro governador cassado da história do Amazonas).

Juntamente com isso, com a tragédia política, a história de um estado que afundou como nunca, trouxe também o status de pior governador. Agora, o Amazonas que está combalido, numa CTI política, social e em vários outros adjetivos, precisa de uma gestão que resuma experiência política, gestão pública capacitada, para que o estado consiga, através de convênios e uma ampla ação empreendedora, ser içado a um resultado político e administrativo melhor, dando um basta à situação caótica que o povo está.

Cabe a nós, cidadãos, a escolha. Cabe aos cidadãos cristãos, muita prudência, olhando as propostas que aí estão com inteligência, sem ignorar também a experiência e o grande sonho que o amazonense tem de trazer o novo no sentido de representante e no sentido de propostas políticas.

Num momento como este, dirijo-me aos cristãos do nosso estado e digo: Vale a pena aguçar a percepção da visão espiritual, e isso não tira a consciência de que cada um pode fazer sua avaliação, pode ter sua oração, sua fé e seu sentimento público.

Penso que essa é a melhor direção para este momento tão conflitante, tão cheio de interrogações e tão cheio de confrontações. Diante da crise de gestão e econômica que o estado mergulhou, eu me uno a uma confissão de esperança de um dos candidatos: Tem jeito!

*O autor é vereador pelo PMDB e apóstolo do Ministério Internacional da Restauração

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

LEAVE A REPLY