Um governo deprimente

0
694

Por Wanderley Dallas*

É uma pena que a nossa Justiça Eleitoral não tenha aproveitado a chance de apear do poder o governador José Melo. Trata-se de uma gestão que nos surpreende a todo momento pela imensa capacidade de errar.

Apegado ao fato de que mantém os salários do funcionalismo em dia – uma façanha nada relevante para um Estado com a robustez financeira que o nosso apresenta há anos, graças principalmente à Zona Franca de Manaus -, Melo não realiza, não planeja, não dialoga com a sociedade.

Toma decisões de déspota, no calor dos acontecimentos. Ao mesmo tempo em que beneficia as empresas de amigos e mantém nos cargos secretários já comprovadamente omissos e incompetentes. Os melhores já pediram para sair.

Agora vêm as rebeliões para coroar esse desgoverno.

Não votei nem apoio, como deputado, esta administração deprimente. No papel de seu opositor, me sinto no dever de cobrar cada vez mais pelo menos uma atitude correta que justifique a passagem deste governador pelo cargo. Sim, porque até agora ele não disse ao que veio, além de lutar diariamente para se manter no cargo, mesmo cassado.

Pobre Amazonas…

*O autor é empresário, pastor evangélico e deputado estadual pelo PMDB

LEAVE A REPLY