UFAM, uma benção em minha vida!

Por Daniel Melo*
Este ano a UFAM (Universidade Federal do Amazonas), completa 109 anos, nascida como Universidade livre, depois sacramentada através de um projeto do então Senador, Artur Virgílio Filho. Em 1988, adentrei na Faculdade de Educação, curso de pedagogia, localizado no Campus ICHL. Em minha turma, companheiros de jornada, inesquecíveis guerreiros, entre os quais cito: Geraldo (taxista), Silvana Barbosa, Cacilda, Cassandra, Jeane, Marinho, Belacilda, Marcilene, Heloisa Reis e Heloisa Borges, Dalva; e outros que foram chegando para cursar disciplinas fora de período.

Em tempos que vivemos de tanta radicalidade, eu, cristão assumido, convivi com professores de todas as vertentes: Cristãos, liberais, esquerdista e ateus. Nunca me deixei influenciar por conceitos anti-cristãos, mas sempre mantive um nível respeital de diálogos como os meus mestres. Lembro dos irmãos Lago e Silva (Garcilenil e Garcitilzo), José Cirino Dantas, José  Enos, Geraldo Dias da Rocha, Thomé Tavares Filho, Valéria Amed, Leda Brasil, Geralda de Filosofia e de tantos outros com quem muitos apreendemos. Não  esqueço minha convivência com a professora Marlene Pardo, esquerdistas radical mantinhamos posições antagônicas, mas nos respeitavamos mutuamente.
Assim foi minha vida na UFAM. Trabalhos acadêmicos, seminários, avaliações, muitas lutas e grandes vitórias. Despertei o meu senso crítico sem perder minha fé; fiz amigos de todas as vertentes sem fazer concessões. Aprendi o valor do diálogo que supera ideologias; aprendi que a maior ideologia está em servir à sociedade com o nosso saber.
Trinta anos passados. Onde estão os nossos companheiros? Em sua maioria estão a atuar na educação.  Funcionários Públicos, heróis da resistência, salários não tão justos, mas sempre movidos por um interesse maior; formar cidadãos íntegros e profissionais preparados!
Trinta anos passados, posso dizer que a UFAM foi uma benção em minha vida. Ela me  deu a formação que ajuda em meu sustento, e mais do que isto: Ajudou na construção do saber dialogado!
*O autor é pedagogo e pastor da Igreja de Deus Pentecostal do Brasil
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

LEAVE A REPLY