“Sou o candidato do Bolsonaro”, diz delegado que concorre a federal

O delegado federal Pablo Oliva, 41, disse agora há pouco ao blog que vai disputar a eleição na condição de único candidato a deputado federal apoiado pelo presidenciável Jair Bolsonaro. Ele filiou-se ao partido do deputado carioca, o PSL, e vai enfrentar a concorrência de um colega, Wesley Aguiar, filiado ao PDT do governador Amazonino Mendes e do presidenciável Ciro Gomes. Por coincidência, os dois estão na mesma chapa.

Oliva diz ter as credenciais que o indicam para o posto. Já exerceu vários cargos na Polícia Federal, tais como a chefia da Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários, da Delegacia de Imigração e da Delegacia de Combate aos Crimes Contra o Patrimônio. É atualmente representante da Interpol no Amazonas, organismo aonde se tornou mestre em Criminologia e Investigação Policial pela ISCPSI, escola sediada em Lisboa (Portugal). É ainda pós graduado em Direito Processual pela Escola Superior da Magistratura do Amazonas, especialista no Planejamento e Gestão de Operações Policiais pela Academia Nacional de Polícia Federal, especialista em Gerenciamento de Crises pela Senasp e professor universitário das disciplinas Direito Constitucional, Direito Penal e Direito Processual Penal.

Confira a rápida entrevista que concedeu:

Blog do Hiel Levy – O senhor pode ser considerado um policial operacional ou um burocrata?

Pablo Oliva – Totalmente operacional. Tive a oportunidade de conduzir diversas ações policiais que levaram para a cadeia todos os tipos de criminosos, desde assaltantes de banco a corruptos. Com esse trabalho espero ter contribuído para deixar nossa cidade de Manaus mais tranquila e ter realizado um pouco da Justiça que os amazonenses tanto desejam.

Blog – E por que o senhor quer ser candidato a deputado federal?

Pablo – Aí que está. Por detrás de uma saúde deficitária, de crianças sem educação digna e do desemprego, está a corrupção. Investigar e prender corruptos é indispensável, porém, é agir depois que o mal já foi feito. Sendo assim, me lanço pré-candidato para chegar antes. Acompanhar de dentro da política os possíveis desvios e impedir que eles aconteçam. Ser os olhos da população que já não aguenta mais ver tanto dinheiro público ser roubado de nós.

Blog – Mas a sua preocupação é apenas com a Segurança?

Pablo – Não. Manaus, por exemplo, merece mais carinho e atenção. Nasci aqui e fui criado na Cachoeirinha. Muito pode ser feito para melhorar a qualidade de vida dos manauaras, que sofrem nos buracos das ruas, nos ônibus lotados e na cidade insegura. Isso sem falar no Pólo Industrial, que pede socorro para manter-se vivo, pois hoje mais demite do que contrata. Os empresários precisam de incentivo e as pessoas de empregos.

Blog – O senhor conhece o interior do Amazonas?

Pablo – Conheço quase todos os municípios do Amazonas e em cada localidade existe um potencial enorme para a agricultura, a pesca ou a exploração mineral que poderia ser estimulado, principalmente pelas autoridades federais. Ao invés de se criar inúmeras reservas e áreas isoladas, melhor seria reverter em favor dos habitantes de cada uma das cidades do Amazonas as riquezas lá existentes e ainda assim manter preservada a Amazônia. Hoje a realidade é que falta de tudo. O que é impressionante, tendo em conta que o nosso Estado é tão rico na sua floresta, nos seus rios e no seu solo.

Blog – O senhor vai ter um colega seu concorrendo ao mesmo cargo? O que os diferencia?

Pablo – O futuro presidente Jair Bolsonaro me escolheu como único pré-candidato dele, no Amazonas, ao cargo de deputado federal. O PSL e ele próprio não vão lançar ou apoiar nenhum outro nome para concorrer à Câmara Federal. Essa é a missão mais difícil e recompensadora que já tive na vida. Vou me dedicar de corpo e alma para cumpri-la, se Deus assim permitir.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
2

LEAVE A REPLY