Policiais civis divulgam carta explicando indicativo de greve e atacando “mídia comprada”

2
502

Policiais civis estão fazendo circular uma carta em que explicam os motivos da aprovação do indicativo de greve, na última quinta feira. Eles o fazem principalmente por causa da decisão dos policiais militares, que decidiram dar prazo até abril para que o governador José Melo cumpra o que prometeu a eles e não votaram sequer um indicativo.

Veja a carta na íntegra:

ESCLARECIMENTOS SOBRE O MOVIMENTO GREVISTA DA POLICIA CIVIL DO AMAZONAS

A mídia golpista tem veiculado recentemente que o Movimento Grevista da Policia Civil do Amazonas liderado unanimamente por todas as entidades representativas de Delegados, Escrivães, Investigadores e Peritos  é OPORTUNISTA E POLITICO. Em virtude disso apresentamos a sociedade os reais motivos da nossa luta que não começou agora.

Em 2009 o Estado do Amazonas realizou concurso para a Policia Civil e exigia para *TODOS* os seus Cargos Nível Superior. Em 2011 os candidatos tomaram posse no referido concurso e ao adentrar à Instituição se deram conta de que a remuneração não condizia com o nível de escolaridade exigido,  recebíamos salario de nível médio e que dentro das classes existia um abismo remuneratório.  Em 2011 começa a luta dos Investigadores e Escrivães pela *VALORIZAÇÃO REMUNERATÓRIA DA CARREIRA*, bem como por outros pleitos: _promoção, reajuste do ticket alimentação que é o mesmo a 12 anos, plano de saúde, materiais para as delegacias, jornada de trabalho, adicional noturno, pagamento de horas extras, fortalecimento do projeto Ame a Vida, concurso publico, data base dentre outros_.

O Governador da época, Omar Aziz, ciente dos legítimos pleitos da Policia Civil e implementando o Ronda nos Bairros começou a ser sensível e dialogar com a classe. E nesses diálogos conseguimos equipamentos de trabalho e diminuímos o abismo remuneratório  existente dentro da classe que chegava a 70%. 

Em 2014, o Governador José Melo, candidato a reeleição, se deparou com um colapso na Segurança Pública, pois tanto a Policia Civil quanto a Policia Militar estavam insatisfeitos com a gestão e o descaso para com os demais pleitos. Visando garantir o apoio das policias sentou com as duas forças de segurança e *CONCORDOU* que os pleitos eram justos e legítimos e se *COMPROMETEU* em *ATENDER* aquilo que era mais urgente para nós.

Diante disso ficou ACORDADO que o mais importante seria a nossa valorização salarial e que o Estado nos pagasse como servidores de NIVEL SUPERIOR que somos. Foi aprovado então na Assembleia Legislativa em 2014 a lei que garante a nossa REESTRUTURAÇÃO SALARIAL e sancionado pelo Governador José Melo. Ficou acordado seria paga em 4 parcelas anualmente. Em 2015 foi paga a primeira parcela, em 2016 a segunda e agora em 2017 deveria ser paga a terceira.

Sabendo que o mesmo ia faltar com a palavra, recorremos a ALEAM onde foi aprovada a Lei Orcamentária de 2017 prevendo a nossa terceira parcela. Vale acrescentar ainda que o líder do Governo deputado *Davi Almeida*, o Secretario da Fazenda *Afonso Lobo* e outros políticos da base governista nos afirmaram que nosso reajuste seria pago. No entanto na calada da noite do dia 30/12/16 , no ultimo Diario Oficial do Ano o Governador, de maneira *UNILATERAL E ARBITRÁRIA*, *VETOU*  a Nossa REESTRUTURAÇÃO, justificando que não era do *“INTERESSE PÚBLICO”*.

Lembramos que dos vários pleitos legitimo da categoria, acordamos em aceitar um, porém o governador se nega a honrar sua palavra. Além disso ele tem tratado a POLICIA CIVIL de maneira muito injusta pois além de não cumprir sua palavra, ele ainda nos retirou direitos como o ticket alimentação, data base, acabou com o projeto *AME A VIDA* nas delegacias que tinham um trabalho social muito importante. Já para outras categorias ele deu um ticket muito maior, plano de saúde, abono salarial e outros benefícios.

Vejam então que a nossa luta não começa agora! A situação dos presídios estourou devido a má gestão do Fundo Penitenciário e acordos políticos e não por culpa da POLICIA CIVIL como a mídia golpista vem querendo fazer a sociedade acreditar. A insegurança por que vive a sociedade amazonense não é culpa da POLICIA CIVIL  como a mídia diz, quando na verdade a culpa se dá pela falta de investimentos que foram reduzidos em mais de 68% em relação a gestão anterior.

Por isso pedimos a compreensão da sociedade amazonense, pois ninguém mais do que nós, tem doado dia após dia a vida no combate a criminalidade. Muitos colegas de farda tem perdido a vida sem se quer ter direito a indenização e nem uma coroa de flores por parte do Estado, ao contrário daqueles que combatemos nas ruas e que escolheram o lado do crime. Estamos nessa luta desde 2011, por que queremos dar o melhor para nossas famílias e para o nosso Estado. Não se deixem enganar pela mídia comprada desse Estado, que busca a todo custo silenciar aqueles que vão contra o que está posto. *NOSSA LUTA NÃO VAI PARAR, NOSSOS DIREITOS NÃO SERÃO DIMINUÍDOS, POIS ACREDITAMOS EM UM FUTURO MAIS JUSTO E DIGNO PARA TODOS NÓS.*

COM GRATIDÃO,
POLICIAIS CIVIS DO ESTADO DO AMAZONAS, JUNTOS SEREMOS MAIS FORTES.”

2 COMMENTS

  1. Entenda o pensamento do governo.
    Enquanto mais motivado, mais o Policial Civil trabalha, e quanto mais o Policial trabalha, mais se aumenta o trabalho dos promotores, defensores, judiciário e principalmente a despesa do estado com o reeducando no sistema Prisional.
    Falando abertamente, é muito mais vantajoso ao governo ferrar com a categoria (PJC) para diminuir os gastos diretos e indiretos gerados com o trabalho e dedicação da Polícia Civil.

  2. Ufa, até que em fim colegas policiais civis livres das amarras (como o Sinpol preso a tutela do Melo até a medula) dos malditos políticos que só desagregam a sociedade e coloca no eixo da pobreza os menos afortunados. A policia civil serve a todos indistintamente mas neste último governo o papel dele é nos desestruturar como: fechando várias delegacias, retirando 90% das viaturas utilizadas em investigação, reduzindo em quase 100% o pessoal que atende diariamente a quem nos procura, cortando materiais para o bom funcionamento das Delegacias em quase 90%, em fim vejo assim a clara intenção deste senhor José Melo em acabar com a Policia Civil, deixando clara sua preferência pelo CRIME ORGANIZADO ! Parabéns a todos os policiais civis investigadores, escrivães, delegados e ainda os restantes administrativos. SELVA !!!

LEAVE A REPLY