No Carnaval mais desprestigiado dos últimos anos, venceu a força da comunidade: Reino Unido Tricampeã

Num desfile marcado pela falta de divulgação competente, que reuniu o pior público de todos os tempos (30 mil pessoas, segundo a Polícia Militar, contra uma média de 100 mil nos últimos anos), a Reino Unido da Liberdade tornou-se tricampeã, com a força da comunidade. Surpreendentemente, a novata Vila da Barra, sediada no bairro da Compensa,  ficou com o segundo lugar. A Mocidade Independente de Aparecida decepcionou de novo e terminou em sexto lugar.

Foi um desfile marcado pela boa vontade dos componentes das escolas, que superaram todos os obstáculos. Algumas agremiações não tiveram apoio do Poder Público porque não prestaram contas de apoios anteriores.

O Carnaval das escolas de samba vem perdendo terreno para as bandas de rua. Ambos os eventos são gratuitos, mas enquanto um vai ladeira abaixo o outro é cada vez mais prestigiado.

Entre as escolas de samba, a única que mantém a devoção ao ritmo o ano inteiro é a Reino Unido. Por isso o sucessso. As demais pecam pela falta de dedicação e a maioria pela absoluta ausência de profissionalismo.

Para completar, a Rede Calderaro de Comunicação faz uma divulgação pífia e recentemente trocou a única rádio do grupo que divulgava Carnaval, a A Crítica FM, por uma filial da FM O Dia, que retransmite a programação da cabeça de rede, sediada no Rio de Janeiro.

Se não tomarem providências para substituir a detentora do direito de arena e não se profissionalizarem, os dirigentes das escolas de samba verão o desfile definhar até não se sustentar maus.

A tradicional escola de samba Sem Compromisso foi rebaixada para o grupo A. A Primos da Ilha sobe para o grupo especial. A Unidos do Coroado subiu do grupo B para o grupo A.

Foto: Cleomir Santos

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

LEAVE A REPLY