Menos de 10 dias após o massacre e fuga de detentos, revista já encontra armas e celulares no Compaj

Revista Compaj

Hoje pela manhã foi realizada uma revista no regime semiaberto do Complexo Penitenciário Anísio Jobim, que contou com o apoio do Exército Brasileiro, usando equipamentos de fiscalização de ponta. E nada menos que 76 estoques, 72 barras de ferro, 31 carregadores de celular, 20 munições, 25 lanternas, dois rádios transmissores, seis celulares, diversas ferramentas – machado, chaves de fenda, serrotes, tesouras, alicates – , duas balanças de precisão, nove pen drives e quatro porções de entorpecentes

Todas as áreas do Compaj Semiaberto foram revistadas minuciosamente. Os equipamentos do Exército auxiliaram na precisão de locais onde estavam enterrados diversos objetos ilícitos, já que a unidade possui um amplo terreno e área verde por ser considerada uma Penitenciária Agrícola.

A revista teve início por volta das 6h30 e contou com efetivo de 171 policiais militares das tropas do Comando de Policiamento Especializado (CPE): Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), Batalhão de Choque, Comando de Operações Especiais (COE), Companhia Independente de Policiamento com Cães (Cipcães), Cavalaria, Grupamento de Manejo de Artefatos e Explosivos (Marte), Grupamento de Radiopatrulhamento Aéreo (Graer) e Força Tática, além de servidores da Seap, uma equipe do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) da Polícia Civil e Exército Brasileiro.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

LEAVE A REPLY