IPAAM apreende carregamento ilegal de madeira no rio Negro

Agentes da Gerência de Fiscalização Ambiental (Gefa) do Instituto de Proteção do Meio Ambiente (Ipaam) apreenderam no início da madrugada desta sexta-feira (13/04), na região da comunidade rural Nova Canaã, no rio Negro (distante 28 quilômetros de Manaus), um carregamento de aproximadamente 11 metros cúbicos de madeira para Azimbre, que estava sendo transportado em uma embarcação tipo batelão e seria vendida na capital.

De acordo com o gerente da Gefa, Abener Brandão, o Ipaam recebeu informações por meio de ligação ao Disque-Denuncia do órgão (92) 2123-6715 sobre um carregamento de madeira retirada de forma ilegal da região do Ariaú, dentro da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) no rio Negro, que abrange os municípios de Manacapuru (distante 68 quilômetros), Novo Airão (115 quilômetros) e Iranduba (27 quilômetros da capital).

Segundo Brandão, os fiscais utilizaram uma lancha do órgão e foram até o local informado na denúncia. Quando eles chegaram próximo à comunidade rural Nova Canaã, localizaram a embarcação. “A madeira estava serrada e dividida em tábuas e perna-mancas. O material e a embarcação foram apreendidos. O proprietário do barco não apresentou Documento de Origem Florestal (DOF) da madeira e foi multado em R$ 3,3 mil”, informou o gerente Gefa.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

LEAVE A REPLY