Cuidemos melhor de Manaus

Por Ronaldo Derzy Amazonas*

Nessa faina de reuniões do Movimento Organizado dos Trabalhadores da Saúde-MOTS percorrendo unidades de saúde e visitando colegas de trabalho afim de esclarecer sobre o andamento do processo de votação na Assembleia Legislativa do Projeto de Lei sobre o reajuste dos servidores da saúde, andei pelas zonas Norte e Leste da nossa Manaus e o que constatei e presenciei sobre o trânsito, o sistema viário com suas ruas, avenidas e vielas e a ocupação de esquinas e calçadas por boxes, lanches, barracas, lixeiras a céu aberto e carros abandonados são de dar dó.

Cidade Nova(envelhecida), Nova Cidade(mais velha ainda), Santa Etelvina(oremos!), Alfredo Nascimento(precisa renascer) Mutirão(precisa de um), São José(valei-nos), todos bairros e comunidades por onde passei estão sentindo nitidamente a ausência do poder público municipal especialmente. Ruas tomadas de buracos, calçadas (quando existentes) cobertas de mato, bueiros insistem em existir sem tampas, fileiras de barracas, trailers e módulos improvisados como lanches podridos, feiras de legumes, verduras e frutas sobre lonas em calçadas, tudo isso expondo a população aos riscos da saúde e da própria vida sob a permissividade, a leniência e a omissão dos gestores municipais os quais observam a tudo isso inertes e contemplativos.

De tudo isso vivamente observado por este articulista, o que mais chama a atenção são as ruas e avenidas em petição de miséria (como diria minha nonagenária Mãezinha D. Lélia) com tantos e enormes buracos a exigir uma urgente intervenção afim de que se interrompam os prejuízos aos meios de transporte coletivo e particular com a quebradeira dos veículos.

A iluminação ora precária, ora inexistente parece que só chegou na era do LED para zonas e bairros centrais porque por onde andei tudo é muito escuro.

Os passeios e parques públicos dos poucos existentes nem se fala. Sem a presença da Guarda Municipal, sem as podas das árvores e cuidados com os jardins, o paisagismo urbano além de maltratado é inadequado e sofrível.

Tantos impostos e taxas cobrados e pagos, tantos recursos arrecadados com as transferências Federal e Estadual e a gestão não consegue dar uma resposta mais clara sobre a real destinação dessa grana pois o que assistimos é o descaso para com os cuidados urbanos que nossa cidade está a exigir.

Manaus e seu povo não merecem tais descasos e abandonos!

Com a palavra a gestão municipal.

Té logo!

*O autor é farmacêutico e empresário

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

LEAVE A REPLY