Como é humilhante se aposentar pelo INSS

Por Sebastião Assante*

Foi uma humilhação. Nunca imaginei fosse sentir na “pele” a decepção que milhares de trabalhadores brasileiros costumam a sofrer quando batem na porta do INSS para buscarem seus direitos, um auxilio doença, aposentadoria por idade, invalidez ou tempo de contribuição.

A minha contribuição com a Previdência Social data de 1971 até 2008(37 anos). Alegando duplicidade de emprego e falta de averbação de algumas empresas o INSS simplesmente indeferiu minha aposentadoria por tempo de contribuição e trabalho registrado em carteira.
A justificativa dos funcionários INSS foi de que não teria alcançado 35 anos de contribuição, conforme a Lei nº 9876/99. Tentei um recurso, mas foi novamente indeferido pelos mesmos motivos. Deixei passar um ano e agora resolvi partir para Aposentadoria por idade urbana (ultima cartada). Estou na expectativa.

Mas o que mais me decepcionou não foi esse “puxa-encolhe” como dizia a minha inesquecível matriarca (Dona Francisca). Foi a humilhação que passei na ultima quinta-feira, véspera da Paixão de Cristo. O que percebi como cidadão comum que, na agencia do Aleixo não existe comando. Há sim um desrespeito generalizado ao contribuinte do INSS.
Muitas senhoras, as vezes até com filho no braço ou com deficiência física sendo obrigado a passar por humilhante tratamento dos funcionários. Primeiro existe um único bebedouro, quem quiser beber água vai ter que levar copo descartável de casa. Não adianta você chegar cedo também, uma hora antes da previsão do seu atendimento.

Primeiro que a chamada da senha não segue uma sequencia numérica de chegada. Por exemplo, na minha senha eletrônica (via internet) pediram para chegar uma hora antes das 12hs aproximadamente, mas só fui atendido a partir das 16hs após receber uma terceira senha.

Para completar a sacanagem um funcionário trocou a nossa senha pela segunda vez. Depois da gente esperar uma hora, sinceramente não aguentei. Fiquei de pé no salão e por pouco não sentei numa cadeira de roda que estava vazia para protestar. É muita humilhação amigo.

É muita “sacanagem” que fazem com o trabalhador todos os dias. Quando um dos funcionários me atendeu se “desculpou”. Admitiu sua falha ao “trocar a senha”, mesmo sabendo que era um “veio jornalista de 66 anos”, próximo de “engomar” também.
Quando reclamei que não tinha ainda almoçado e bebido água num saquinho de papel feito de improviso pela minha esposa (D. SUELY), ele tentou “calar logo a minha boca” oferecendo-me um pacote de pão torrado. Só de sacanagem (esgotada minha paciência) aceitei três pedaços e desentalei-me bebendo água, finalmente em um copo descartável.
Agora, amigos, fico imaginando os maus tratos que eu e minha mulher sofremos. Será que se eu tivesse oferecido um “cala-boca” ou seja, uma espécie de “propina” teria sido evitada esta humilhação. Não é este o Brasil que queremos. Mas, pelo visto, não vai adiantar prender Lula e CIA.

O novo Brasil que queremos está “minado” nas suas raízes. Um amigo já havia advertindo-me: Assante não adianta prender apenas os chefões da máfia. Tem que fazer o flagrante e mandar para o “xilindró” também as “formiguinhas”. Por serem “paus-mandados” acabam cumprindo sempre o que os “chefões da máfia” determinam, para se manterem no cargo (emprego). Por isso ele me advertiu: Amigo Assante esse nosso Brasil só tem um jeito: uma nova “guerra civil” no Brasil. Será!

*O autor é jornalista

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

1 COMMENT

  1. Caro cidadão bem vindo a realidade. Os servidores públicos de modo geral não tem conhecimento do significado da palavra SERVIDOR. Eles acha que ser SERVIDOR PÚBLICO é ter um emprego para o resto da vida. Aonde não precisa se preocupar com nada. Mais à uma luz. Um decreto Federal pouco divulgado e pouco conhecido que é o DECRETO 1.171. Trata-se do CÓDIGO DE ÉTICA DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL. Basta fazer uma denúncia. Muitos servidores já foram exonerados (perderam o emprego) por causa deste decreto. Mais lembre-se de um grande ditado popular “NÃO CARREGUE O LIXO DOS OUTROS” pois muitos servidores são pessoas frustradas e que carregam muito ÓDIO. De qualquer maneira nossos DEPUTADOS e SENADORES deveriam criar uma lei obrigando que seja colocado em todas as salas um cartaz com a divulgação desta lei. E o nosso estado do Amazonas já tem também o CÓDIGO DE ÉTICA DO SERVIDOR PÚBLICO DO ESTADO AMAZONAS. Que também não é de conhecimento e divulgado.

LEAVE A REPLY